FAÇA SUA BUSCA NO SINBORSUL

NOTÍCIAS

15/03/2003

MERCUR EXPE PRODUTOS NO EXTERIOR E PROJETA UM CRESCIMENTO DE 17% EM 2003

A Mercur S.A., de Santa Cruz do Sul, que em 2004 completará 80 anos de atuação, situando-se entre os principais fabricantes brasileiros de produtos de borracha, está desenvolvendo um forte programa de aumento de suas exportações. A meta, segundo informa seu diretor superintendente, Jorge Hoelzel Neto, é elevar a participação das vendas ao mercado externo no faturamento da empresa dos atuais 4% para cerca de 30% nos próximos cinco anos. No segmento de artigos escolares, que responde por 55% do seu faturamento, a Mercur está focada principalmente no mercado do leste europeu, já contando com distribuidores na Polônia, Turquia e na Hungria, para atendimento dos países da região. Na Alemanha, seus produtos são comercializados com as marcas de dois clientes locais. A estratégia adotada pela empresa na Europa é a de ocupar o mercado de preço intermediário entre os produtos concorrentes fabricados na região, considerados top de linha, e os importados do Extremo Oriente, mais populares. Um dos instrumentos utilizados pela empresa para expandir suas exportações é a intensa participação em feiras e exposições internacionais de material escolar. Em janeiro, expôs seus produtos em Frankfurt (Alemanha) e na última semana no México. Em setembro, estará presente na Feira Escolar, em São Paulo, que é considerada a maior mostra do segmento na América Latina e, em novembro, voltará a expor em Atlanta, nos Estados Unidos, na feira promovida pela associação dos fabricantes do setor (SHOPA), da qual também é integrante. Na área de pisos e lençóis de borracha, a Mercur estará participando, nesta semana, pelo terceiro ano consecutivo, da Feira de Hannover, na Alemanha. Na edição da feira do ano passado, foi fechado acordo com um distribuidor desses produtos sediado no Marrocos, além de outros contratos em fase de negociação. Finalmente, a unidade de negócios body care, que começou a operar mais fortemente a partir de 1995, não tem planos imediatos de exportação, uma vez que o mercado interno brasileiro ainda apresenta amplo potencial de crescimento, sendo a empresa líder nacional no segmento. Apesar do quadro de dificuldades da economia brasileira e mundial, a Mercur, conforme explica seu superintendente, projeta expandir seu faturamento em cerca de 17% neste ano, devendo atingir a aproximadamente R$ 62,0 milhões, contra R$ 53,0 milhões em 2002. Contando com uma média de 500 empregados, a Mercur é uma empresa familiar de capital nacional. Em 1994, houve o afastamento da família dos negócios, passando a participar apenas das decisões estratégicas. Hoje, Jorge Hoelzel Neto é o único integrante da família presente na gestão operacional da Mercur.

COMPARTILHE: